Crianças e cachorros – fonte de alergia?

Sou pai de dois meninos: um de pouco mais de 1 arroba e outro de 3 arrobas (arroba = 15kg), um tem cabelos encaracolados e o outro é todo peludo, os dois tem olhos castanhos, mas um tem o nariz branco e o outro preto, apesar de ser todo branco.
Bom, sem mais chorumelas (como se escreve isso??), tenho um labrador creme, igual ao Marley do filme¹. No passado ele foi um monstro também, destruindo tudo, roendo até geladeira, mas agora é um senhor de seus 6 anos de idade, quase sempre comportado, mas delicado como um rinoceronte numa vidraçaria.

No começo, me preocupava com a truculência do Guimba com o Thomaz. Uma lambida do Guimba fazia o Thomaz cair pra trás, de bunda no chão. Mas depois, surgiu uma alergia no mais novo e surgiu junto a preocupação de que poderia ser ao pelo do Guimba (labrador solta muito pelo, mas muito, muito mesmo).

Depois fui descobrir, que o pelo canino não é alérgico, o que causa alergia são ácaros e a escamação da pele canina, a caspa canina.

Como lembra a reportagem do site Tua saúde, existem raças de cães que inclusive não geram esse problema de caspa, o que não provoca alergia.

O recomendável mesmo são banhos regulares no animal (estou falando do canino) com shampoo apropriado.

Tirando isso, deixe que eles rolem juntos… também não há nenhum problema na saliva canina, então pode deixar ele lamber a cara (Guimba sempre pega o Thomaz de surpresa) , o pescoço ou qualquer outra parte que não faz mal nenhum, pelo contrário, há pesquisas que dizem que é muito benéfico para a criança crescer com animais, fortalece o sistema imunológico.

Thomaz fala que:
– o Guimba não é cachooorro. É meu irmão peludo!
=]

O monstrinho pequeno plantando
e o monstro grande dando baforada na câmera.
=]

¹Marley e Eu, adaptação do livro homônimo de John Grogan

Nenhum comentário


  1. Parabéns pelo site! Me diverti lendo seus comentários e sempre com uma pegada informativa bacana. Parabéns mesmo. Sou advogado e ando pensando em ser pai solteiro. Li os comentários sobre a guarda compartilhada em outra postarem, sempre perfeita a abordagem. Precisando de ajuda, estamos aí. Abs.

    Responder

    1. Bom saber que temos mais um no time.
      Sempre precisamos mesmo de uma escora judiciária, já que apesar de estudar um pouco essa parte do direito, não tenho o entendimento das normas e procedimentos das coisas. Sou um mero espectador nessa área.
      E quanto a ser pai solteiro… Será o maior caso da sua vida… E o melhor também!
      =]

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *