"Homens, Libertem-se"

Soube por intermédio de um camarada meu ,de um movimento novo, falando sobre algo que eu nem sabia que já existia, mas que eu sem saber já faço parte.

O movimento “Homens, Libertem-se”.
Lendo uma reportagem do site do jornal “O Globo”, me identifiquei com a teoria, mesmo não tendo passado por casos associados ao problema na reportagem.
Que problema? O machismo sobre a heterossexualidade.
Sim, eu já passei por isso.
Afinal de contas, quantos homens lutam para serem ativos na paternidade de uma criança? Quantos lutam para poder trocar fraldas ou acordar as 5:30 da madruga para levar seus rebentos na escola? Passear, frequentar eventos infantis, se virar sozinho com uma criança podendo “deixar nas costas da mãe”?

O movimento fala sobre os homens poderem se libertar de amarras idiotas de um padrão social imposto de que homem não chora, homem não pode ser sensível, homem não faz coisas de mulher como fazer um bolo de aniversário para seu filho…

Deixemos de ser idiotas e sejamos felizes em nossas ações, pois ser forte não é saber bater nos outros, é saber encarar os desafios e aproveitar o máximo que a vida pode lhe dar de pé e com honra.

Dá uma lida na reportagem e veja o vídeo (abaixo) do movimento para entender melhor o que é essa libertação.
Seja homem de assumir suas fraquezas e vencer-las.

Grande abraço a todos!
=]

[youtube=http://youtu.be/DBSTHArYJwQ]

Nenhum comentário


  1. Muito lindooo 👏👏👏
    Parabéns pela iniciativa😍

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *