Riscos de Afogamento… Cuidados Necessários na Prevenção

Estamos no verão e nesse período acontecem muitas viagens para a praia, muita gente pegando um Sol a beira d’água, muitos se refrescando em piscinas… mas… muitos tem que lembrar que existem grandes riscos de afogamento no que diz respeito a nossos pequenos.
Aos adultos também, pois é um grande fator de morte entre adultos nessa época do ano.

Bem, para entender melhor como se prevenir melhor nesses casos, meu irmãozinho Luciano Messias, meu especialista em salva-vidas, me mandou algumas recomendações básicas para evitar essa tragédia, alguns dados importantes e uns vídeos sobre o assunto.
Vamos aos dados:

Dados de Afogamentos e Métodos de Prevenção

No mundo, 500.000 pessoas morrem afogadas por ano.
No Brasil, Acima dos 6.500 brasileiros morrem por afogamento a cada ano.
Pelo menos 65% destas mortes são crianças.

Em 2009, o afogamento foi:
– A 2ª causa geral de óbito entre 1 e 9 anos,
– A 3ª causa nas faixas de 10 a 19 anos,
– A 4ª na faixa de 20 a 24,
– 6ª entre 25 e 29 anos,
Somando – 7.152 brasileiros(3.7/100.000 hab.) morreram afogados.

Recomendações básicas para prevenção:
-Não nade sozinho;
-Não se afaste das margens;
-Não pule de ponta/cabeça de locais elevados;
-Não imergir em água após lanches e refeições;
-Não deixar as crianças sozinhas sem a presença de um adulto responsável;
-Procure um posto guarda-vidas e pergunte a ele qual o melhor local para o banho;
-Olhe a Sinalização do local, pois a mesma irá indicar se é próprio ou não para o banho;
-Saiba quais os amigos ou vizinhos que tenham piscinas em casa e quando seu filho for visita-los, certifique-se de;
-NUNCA tente salvar ninguém se não tiver condições e se não for um profissional, famílias inteiras morrem em tentativas infrutíferas tentando salva umas as outras. Prefira lançar objetos (Boias, pranchas, cordas, Garrafa pet “fechada” pranchas e outros). Evite a ação corpo a corpo.
-Em caso de emergência ligue imediatamente para o corpo de bombeiros 193, para que o mesmo oriente e auxilie a vítima.

Lembrem-se de que ingerir álcool debaixo do Sol quente também é um fator agravante para aumentar o risco de acidentes pessoais e de seus filhos, pois o álcool retarda seus movimentos e seus reflexos, por isso, se tiver que “salvar” ou “socorrer” seu filho, é mais provável que vocês dois acabem precisando de ajuda.

Segue abaixo, alguns vídeos sobre os riscos em piscinas e nas praias.
(Prevenção em praias)
[youtube=http://youtu.be/-P6t2rDhO7g]

(Prevenção em piscinas)

Bom divertimento para todos, mas não esqueçam as normas básicas de prevenção para o melhor para vocês e seus filhotes.
=]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *