O que é família? PL 6583/2013 – Vote

O governo federal está discutindo o conceito de família para poderem votar o Projeto de Lei (PL) 6583/2013 que definirá o Estatuto da Família.

A PL 6583/13, está prevendo a definição de que família.
No site da câmara dos deputados federais, onde está tramitando nesse momento, a PL é explicada assim:

“De acordo com o texto (da PL 6583/13), que apresenta diretrizes de políticas públicas voltadas para a entidade familiar e obriga o poder público a garantir as condições mínimas para a “sobrevivência” desse núcleo, família é formada a partir da união entre homem e mulher.
O deputado argumenta que “a família vem sofrendo com as rápidas mudanças ocorridas em sociedade”. E que, apesar de a Constituição prever que o Estado deva proteger esse núcleo, “o fato é que não há políticas públicas efetivas voltadas para a valorização da família e ao enfrentamento de questões complexas no mundo contemporâneo””.

O que é família?
O problema perpassa a simples análise.
Se o conceito de família na lei estabelecer que somente o núcleo de um homem e uma mulher possam ser regimentados e amparados em lei, os outros modelos, como os casais homossexuais e os indivíduos solteiros, como exemplos, não farão parte dessa discussão, podendo até mesmo gerar certa exclusão desses termos e possivelmente de seus benefícios.

Mas foi aberta uma enquete para que a população possa dar seu parecer sobre a situação.
Acho de extrema importância que votemos num modelo includente, onde uma criança possa ser abrigada, seja por quais indivíduos forem alocados nessa situação, desde que essa criança seja calorosamente acolhida e cuidada. Deveria ser o foco da preocupação, não?!

Pois bem, entrem na página da enquete e votem pelo não: Eu não concordo que uma família seja composta somente por um homem e uma mulher.

Creio que precisamos focar em mecanismos para criar e facilitar a assistência efetiva para uma criança num país que é internacionalmente conhecido por abandonar e permitir o assassinato de crianças.

Reflitam e votem!
Grande abraço do grande!
=]

 

Nenhum Comentário


  1. Concordo contigo! Se as pessoas focassem mais em aparar as famílias com problemas e deixassem de se preocupar com as famílias “diferentes”, na linha “mais amor menos exclusão”, talvez tivessemos uma sociedade mais justa para todos!

    Responder

Deixe uma resposta