Preciso falar da minha mãe

12947042_1253691321327439_2143333095_o
Em cima: meu pai (esquerda) e o padrinho da minha irmã. Embaixo, eu e minha mãe com minha irmã no colo.

Hoje é um da muito ruim para mim, pois relembro o ano de 1986.
Nesse ano, foi criado o estado do Tocantins, Chernobyl explodiu e no maldito 1º de abril desse ano, minha mãe morreu.

Não tenho certeza de que todos entendem que eu não menosprezo a importância materna por defender a importância paterna, pois sei a falta que uma mãe faz numa criança sim e jamais faria isso.

Sobre minha mãe?
Quisera eu ter vivido mais tempo com minha mãe.
Quisera eu ter mais recordações para lembrar dela.
Quisera eu que ela tivesse conhecido o neto dela.
Quisera eu que o dia da mentira fosse um enorme dia somente de mentiras, mas essa verdade me segue desde meus 9 anos.

Dona Ica é presente em minha mente todos os dias, mas nesse dia a dor é o sentimento mais visível. A ausência dela é sentida e prefiro me abster do mundo nesse dia, até porque, quando explico o porque estou meio pra baixo e digo o que dia de hoje representa para mim, quase sempre ouço a pergunta: “é 1º de abril, né?”
Tenho receio de explicar esse dia para as pessoas por causa do outro significado que eu tenho dele e isso me incomoda ainda mais. Prefiro ficar quieto, no meu mundo.

Hoje, fazem 30 anos da morte dela e ainda é tão vívido para mim esse dia, como não gosto que seja.
Assisti umas séries legais para distrair, deixei o Thomaz na escola e dormi a manhã inteira, lancei um novo vídeo no canal e acho que ficou bem divertido, mas sempre volta a tristeza.
Sempre tenho que balancear os sentimentos e por isso estou aqui, escrevendo, para exorcizar. Não minha mãe, mas o lado ruim disso tudo, desse dia.

Então, quero só dizer mais uma coisa:
Mãe, sempre digo para seu neto, que você foi morar na lua. Por causa disso, ele já disse que quer virar astronauta para ir te ver.
Você ainda me transmite luz e apesar do tempo nublado hoje, arranja um espacinho entre as nuvens, e ilumina ele hoje. Mesmo que seja minguante, vou dizer para ele que é você sorrindo para ele, ok?

Te amo Dona Ica. Sempre vou te amar!
Beijos do grande!
Bye

 

4 Comentários

Deixe uma resposta